Nada?

“O que acontece na política e principalmente o que acontecerá (ou já aconteceu) hoje nada mais é do que o mais puro reflexo de nossa sociedade…”
Escrevi isso em 2016, logo após o golpe, aqui mesmo no A Questão. Criticava o golpe político e econômico pelo qual passamos naquele momento e tentava chamar a atenção para os verdadeiros responsáveis… nós mesmos.

Nós votamos por interesses particulares, depois nós só olhamos e deixamos tudo aquilo acontecer… nada de revolta e gritos por justiça, só acompanhamos aquele desenrolar grotesco, ridículo e falso.
O que aquela situação (e todas as que vieram depois na mesma linha) ia parir?
Um filho da pátria: grotesco, interesseiro, ridículo e falso… obviamente.

Colhemos o maldito fruto do nosso próprio ventre… Bolsonaro e seus militares e civis odientos. O genocida.

Quando alguém, hoje, me pergunta de onde veio um ser tão desprezível, eu apenos respondo: do nada.
De todo o nosso nada.

Nada de participação política.
Nada de conhecimento básico sobre como funciona a sociedade e a política que a rege.
Nada de noção social coletiva.
Nada de posicionamento crítico mínimo.
Nada de interesse pela razão e pela dor do próximo.
Nada de busca pelas verdades.
Nada de ação.
Nada de curiosidade.
Nada de questionamento.
Nada de revolta.

Nada.

Não se engane, a culpa é toda sua também. Do seu nada.
Existem desculpas, sim existem… Trabalho, estudo, filhos, tempo, dívidas, preocupações pessoais… mas ainda assim, o nada prevaleceu.

Daí veio a pandemia e o que fez o presidente eleito?
Nada.

E o que vc tem feito pra mudar essa situação desde então?
Nada.

Sim, pode ser que eu esteja generalizando e minha análise não se aplique a você, ótimo… mas ainda assim, o nada prevalece.

Naquele texto antigo eu ainda dizia… “Não sejamos hipócritas, todos sabem o que está acontecendo, todos sabem que não há justiça nisso, todos sabem que não é certo o que está acontecendo… Ainda assim todos se calam… Está bem claro, nossa política nacional reflete exatamente o que somos neste momento: Uma pátria de canalhas.”

Deixa eu só me corrigir ali, “Pátria”… que pátria, que nada.

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s