O ópio do povo

pic_opio

por Lucas Abeid Pontes

Mais uma vez o povo entorpecido vai às cabines de votação escolher seus representantes em uma democracia esburacada, presente (como algo bom) quase que somente nas camadas médias e altas da sociedade. Na camadas mais baixas essa democracia se apresenta mais mesmo como entrave, burocracia e teorias…

Entorpecidos com o quê? O novo ópio que prospera em nosso tempo reside nos templos do individualismo e do ódio ao inimigo, seja qual for.

Também se encontra ainda muitos vestígios desse novo ópio nas atuais multi-telas presentes em todas as casas e em todas as mãos também.

Eis que um cotidiano entorpecido de Sábado à Sábado nos deixa à deriva da vertigem política.

A vertigem que leva todo um rebanho a votar contra si mesmo, a votar pelo lamento de quem os explora e os devora emocionalmente, numa vivência platônica de amor bandido.

A vertigem, o ópio e a prática democrática servil (onde o novo já nasce velho) fizeram muito bem seus papéis e louvados por uma justiça mercantil e sensacionalista nos deram de presente em 2019 um passado, cuja ponte militar senil, carregada de minas made in USA, desemboca nas costas de um povo cansado, porém entorpecido… especialmente aos finais de semana.

Viva a nova democracia?

Anúncios

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s