Tamo junto?

por Lucas Abeid Pontes

eleicoes-1024x420

No pior momento político, econômico e social das últimas décadas deste atormentado país, o que está acontecendo com os progressistas? quem está reagindo?

Nada e ninguém. Generalizando é claro, pois sempre haverá alguém disposto a se indignar e enfrentar o status quo.

Mas efetivamente… quem? Quais grupos? Quais entidades? Quais setores?

Um rápido exercício de um ponto de vista: O meu no caso, que pode não ser real, mas é o que percebo.

Partidos de esquerda ou centro-esquerda ou centro mesmo –
_PSTU não existe mais além de algum aglomerado nas capitais e não tem força sequer entre os setores mais radicais.
_PT é uma lástima sem fim, continua dando pequenas e falsas esperanças ao seu público somente para depois desiludí-los e confundí-los ainda mais.
_REDE é uma coisa indefinida que em pouco tempo já demonstra não ter sentido algum e não gera nenhuma expectativa à ninguém.
_PSOL em plena época de retirada de direitos dos trabalhadores, avanço de ideias fascistas, golpes e etc. o partido que tem ótimos quadros exeprientes e jovens voltou suas atenções e discussões para dentro, porque é tempo de congresso interno. Mas se não estivesse em congresso talvez os mais radicais continuassem preferindo a briga de egos do que alguma ação política efetiva e de massas.
_PCdoB… mais adjacente que nunca.
_PDT que há muito tempo sumiu do mapa progressista, criou anomalias absurdas como o Dr. Hélio em Campinas/SP e perdeu qualquer noção ideológica no processo, agora aposta suas fichas na figura de Ciro Gomes (que pelo menos este, tem corrido o país para fazer o contraponto do momento).
_se tiver mais algum… desconheço.

Sindicatos –
_Os sindicatos em geral estão mais ocupados tentando assegurar algum aumento salarial para suas categorias, o que é exatamente sua função.
_Centrais sindicais estão mais para garantir o futuro delas internamente do que fazer greve para o povo. Na última tentativa de greve geral, começaram até bem, mas logo fizeram algum acordo e cessaram a greve.

Movimentos Sociais –
Esses estão complicados, com o passar do tempo e vários enroscos eleitoreiros resolveram (a maioria) focar nos seus objetivos mais próximos, cada um em si.
Vou citar apenas três:
_MTST é o único que tem proposto o diálogo com os setores progressistas e tem sofrido por isso, os egos são enormes e os compromissos rasos. Ainda assim criou a Frente Povo Sem Medo e a iniciativa Vamos!
_MST tem encolhido como consequencia dos tempos e da falta de apoio, tem também se atrelado demais em torno do PT e cia. Propôs a Frente Brasil Popular, mas não tem tido fôlego.
_CMP pouco fez e pouco faz, mais pelas dificuldades do que pela vontade é verdade, está cercada de interesses eleitorais e como temos eleições a cada 2 anos, fica difícil progredir com outra pauta.

Estudantes Universitários –
Sem comentários, atualmente a maioria prefere ganhar dinheiro com festa mesmo e dane-se o mundo.

Periferia –
Tá lá.

Quem sobrou?

Eu e você e mais alguns ativistas talvez… já passou da hora de reagirmos, fazermos alguma coisa, propormos alguma iniciativa que faça, de fato, frente aos ataques conservadores e retrocessos. Trabalharmos na periferia. Colocarmos acima de nossos egos o futuro da nação e etc. Mas sozinhos é muito difícil, pra não dizer impossível.

Então fica a dica, tamo junto?

Anúncios

O que você acha disso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s